Posições para mamães: como amamentar o bebê de forma correta

A amamentação precoce, logo nas primeiras horas de vida do bebê, acarreta em diversos benefícios para a mãe e o recém-nascido. De acordo com Lavínia Springmann, Consultora da Amamentação da NUK, as mães que amamentam logo após o parto apresentam maior chance de sucesso nas práticas da amamentação. Além disso, o contato da pele da mãe com a do bebê ajuda a prevenir a ocorrência de hipotermia e auxilia na relação entre mãe e filho.

Segundo Lavínia, a posição correta para amamentação é um dos fatores mais importantes para evitar desconfortos futuros. A mãe deve escolher a maneira mais confortável para que o bebê pegue a mama de maneira correta e consiga ingerir maior quantidade de leite.

Confira algumas posições:

Segurar o bebê no colo em posição transversal, “barriga com barriga”, utilizando o braço contrário ao seio em que ele está mamando.

Apoie o bebê no colo em posição transversal, utilizando o braço do mesmo lado do seio em que ele mama.

Segure o bebê passando-o embaixo do seu braço, do mesmo lado do seio em que ele está mamando. Sente-se de pernas cruzadas na beira da cama, sofá ou use duas cadeiras.

Coloque o bebê na posição “de cavalinho” em uma das suas coxas, deixando-o de frente para o seio.

Coloque o bebê em posição paralela ao corpo, elevando ligeiramente sua cabecinha, para ajudar o leite a descer. A recomendação é que a mãe só amamente deitada se estiver bem acordada para não correr risco de acidentes.



Use qualquer combinação citada no caso de ter gêmeos e deseje amamentar ao mesmo tempo.

A pega correta:

A posição certa está diretamente ligada ao sucesso da amamentação e alguns sinais revelam se a pega foi feita de maneira correta:

-O bebê abre bem a boca e abocanha quase toda a aréola;

-A boca do bebê se mantém bem aberta e acoplada ao seio e seu queixo se encosta na parte inferior da mama;

-A aréola fica mais visível acima da boca do bebê do que abaixo;

-O bebê suga, respira e engole o leite de forma natural e coordenada, com sucções lentas e profundas. Suas bochechas ficam arrendodadas.

Orientações:

Os dedos não devem pinçar o seio, nem tocar a aréola. Não é necessário o apoio com a mão, apenas quando os seios da mãe são muito grandes e pesados. É preciso cuidado para não bloquear a descida do leite (não use o dedo em tesoura) e não coloque o dedo na aréola, pois é lá que o bebê deve colocar a boca.

É importante que o bebê arrote depois da mamada, pois engole muito ar enquanto mama que se acumula em seu estômago, causando desconforto. Cada criança tem seu próprio padrão de sucção variando o tempo da mamada, por isso evite controlar esse tempo.

Durante o período de amamentação, é recomendável que a mãe tenha uma dieta equilibrada, rica em cálcio (encontrado nos laticínios), iodo (presente em peixes de água salgada) e aumentar a quantidade de ingestão de líquidos.

Auxílio:

A Concha de Amamentação NUK foi desenvolvida com formato ergonômico e interior em silicone, promovendo o efeito massageador que facilita o aleitamento.

A embalagem contém:

-2 conchas sem ventilação, em formato anatômico, que auxiliam na formação do mamilo, favorecendo o início da amamentação. O produto, indicado para mães com alto fluxo de leite, coleta o máximo possível de leite materno e evita o vazamento. Este leite deve ser descartado, pois não está armazenado na temperatura ideal de conservação.

-2 conchas com furos de ventilação, em formato anatômico, indicadas para proteger os mamilos com fissuras ou doloridos.

-2 suportes internos em silicone que promovem maior conforto para as mamães.

Preço sugerido: R$ 74,90

 

 

Acesse: www.nuk.com.br

Facebook: www.facebook/NUKBrasil

Instagram: @nukbrasil

YouTube: NUKBrasilOficial

SAC 0800 075 4638

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *