Brasileiros podem buscar nos Estados Unidos tratamento de fertilização in vitro

No último mês, foi realizado a campanha de conscientização sobre a infertilidade, adversidade que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) atinge cerca de 15% da população mundial. Para as pessoas que desejam ter filhos mas não podem ser progenitoras, uma das soluções que se pode procurar é a fertilização in vitro (FIV), técnica de reprodução assistida.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), entre 2011 e 2016 o número de FIVs realizados no Brasil saltou de 13.527 para 30.790. Especialista em reprodução e infertilidade, Armando E. Hernandez- Rey, diretor da clínica Conceptions Flórida, explica um pouco sobre a realização da FIV no país norte-americano. A sub-rogação lá é legalizada na maioria dos Estados e mantém altos padrões estabelecidos por recentes avanços nas leis. “Existem estatutos legais substitutos de gestação que ajudam a regular o processo para todos os envolvidos. Além disso, a sub-rogação é um compromisso verdadeiro e os pais substitutos são examinados extensivamente criminalmente, psicologicamente e fisicamente. Eles também são monitorados de perto com todas as despesas médicas cobertas, como também recebem uma compensação adicional. Os acordos financeiros e legais são focados nos melhores interesses de longo prazo da criança e as pessoas envolvidas”, ressalta.

O único cuidado que deve-se tomar ao providenciar um serviço como esses nos EUA é garantir a proteção legal com acordos contratuais entre todas as partes envolvidas, como a localização de uma agência respeitável para ajudar na triagem e como garantir um doador de óvulos e substituto. O médico comenta que a maior preocupação ao buscar a maternidade internacional seria garantir um processo de substituição simplificado e regulado que proteja todas as partes envolvidas médica, ética e legalmente.

Para o Dr. Hernandez, “A fertilização in vitro e a de barriga de aluguel, embora recompensadores, podem ser um pouco intimidadores. Todas as partes envolvidas no processo devem estar plenamente informadas”. Os principais pontos que devem ser avaliados: ter plena certeza da decisão, preparar-se para o processo, satisfazer todos os requisitos legais e, no caso de barriga de aluguel, encontrar uma pessoa compatível para o processo.

Além disso, ele ainda fala sobre a possibilidade de se escolher o sexo do bebê, nesse caso, os pacientes que têm equilíbrio familiar recebem a opção de selecionar o sexo por meio de triagem pré-genética (PGS), que envolve a remoção de uma célula de um embrião de fertilização in vitro para fazer o teste antes da transferência para o útero. “Através deste processo, testes genéticos para aneuploidia cromossômica, isto é, número anormal de cópias cromossômicas, e a seleção de gênero podem ser feitos. Os embriões não selecionados podem ser criopreservados ou descartados. O custo do PGS é de aproximadamente US$ 3.000”, informa o médico.

Para o futuro, o médico não poupa esperanças: “Todos, independentemente da orientação sexual, devem ter a oportunidade de se tornarem pais ou de expandir sua família sem julgamento ou discriminação. Esperamos que daqui para frente, os casais do mesmo sexo sejam incluídos em métodos de construção familiar em rápido crescimento e progresso em todo o mundo”, finaliza.

Sobre o médico Armando E. Hernandez

É especialista em endocrinologia e medicina reprodutiva assistida. Possui uma série de artigos científicos e pesquisas publicadas. Atualmente, é diretor da clínica Conceptions Florida.

Sobre a clínica Conceptions Florida

Dr. Armando Hernandez-Rey e Dr. Sinem Karipcin fizeram sonhos serem realidade para centenas de famílias. Eles se orgulham de oferecer sua atenção pessoal a todos os pacientes. O consultório fica no Merrick Park em Coral Gables e é o único laboratório da Flórida que oferece tecnologia LifeAire, método que provou aumentar as taxas de gravidez em 20% e diminuir as taxas de aborto espontâneo. Para saber mais, acesse http://www.conceptionsflorida.com/IntheNews ou nas redes sociais http://www.facebook.com/conceptionsfertilidade/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *