ANVISA aprova novo tratamento para asma em crianças

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou, no dia 26 de março, o uso de SPIRIVA® Respimat® (tiotrópio) para uso pediátrico a partir de 6 anos. Assim, o medicamento agora também é indicado para o uso diário e tratamento contínuo da asma moderada a grave em adultos e crianças a partir de seis anos. Aprovado para o tratamento pediátrico nos Estados Unidos em fevereiro deste ano, o medicamento não possui esteroides em sua composição. A Boehringer Ingelheim é uma das farmacêuticas líderes mundiais na área respiratória. A Dra. Thais Melo, diretora médica da BI, ressalta a herança da empresa nessa área: “As doenças respiratórias são um dos nossos principais focos de atuação. Somos empenhados em desenvolver pesquisas para trazer novos tratamentos que melhorem a qualidade de vida dos pacientes”.

SPIRIVA® chegou ao Brasil em 2003 para o tratamento da DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) e recebeu indicação para o tratamento da asma grave em adultos em 2015. De acordo com a Dra. Thais, a novidade vem para consolidar o portfólio de medicamentos da Boehringer Ingelheim: “O lançamento da nova indicação do SPIRIVA® Respimat® traz esperança às crianças com asma, por ser um tratamento seguro para os pequenos”, explica a executiva médica.

Sobre SPIRIVA® Respimat®

Em 2003, o tiotrópio foi lançado pela Boehringer Ingelheim, uma das principais farmacêuticas do mundo, para o tratamento dos pacientes com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), recebendo indicação para a asma grave em adultos alguns anos depois, em 2015. O medicamento, chamado SPIRIVA® Respimat®, já foi aprovado em mais de 50 países, incluindo os Estados Unidos, o Japão e o Brasil, e é listado pela Iniciativa Global para Asma (GINA) como um dos tratamentos eficazes para a asma, em um relatório de 2015i. O medicamento se mostrou efetivo no tratamento de pacientes que continuavam a apresentar sintomas da doença, como tosse e falta de ar, mesmo com o uso de outros medicamentos. Ele atua na redução dos sintomas e das crises (exacerbações) em pacientes maiores de 6 anos ainda sintomáticos em uso de corticoides inalatórios.

Sobre Asma

A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que acomete mais de 300 milhões de pessoas no mundoii. Essa doença provoca uma redução das vias aéreas, prejudicando a entrada e saída de ar nos pulmões. Seus principais sintomas são falta de ar e chiado no peito. Além disso, os pacientes costumam ter uma sensação de aperto no peito, tosse constante e catarro. O desenvolvimento da asma costuma estar associado a uma causa genética, ou seja, algumas pessoas apresentam uma predisposição a desenvolver a doença. Ela pode ser manifestada em crianças e adultos, durante diferentes fases da vida. Alguns fatores do ambiente podem sensibilizar e irritar as vias aéreas, como: alérgenos internos (ex.: poeira doméstica e pelos de animais), alérgenos externos como pólens e bolores, tabagismo, produtos químicos irritantes no local de trabalho e poluição do ar.

A asma provoca sérios impactos sobre a vida do paciente, tais como insônia, fadiga, diminuição do nível de atividades e falta no trabalho. No caso das crianças, pode provocar faltas na escola e limitação das brincadeiras comuns nessa fase da vida. Quando tratada adequadamente, a doença pode ter seus sintomas controlados – o que confere uma melhor qualidade de vida e nenhum impacto na rotina do paciente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *