5 atividades com Tinta Guache

O que será que pequenas mãos impressas com tinta no papel querem comunicar? E aquelas primeiras tentativas de formas ou até mesmo os traços mais abstratos – garatujas, primeiros desenhos das crianças -, o que dizem? Pintar é uma forma de se expressar e a tinta guache é um dos materiais mais utilizados para facilitar este processo.

Na infância pintar estimula a criatividade e a imaginação, além de ser uma atividade divertida para fazer na escola ou em casa, pois pode auxiliar no desenvolvimento da individualidade, da autoestima e das habilidades para resolver problemas. Segundo a pedagoga da Mercur, Márcia Murillo, é importante que a atividade de pintar ocorra também em contato com outras crianças ou com adultos, em ambientes em que possam se relacionar, trocar ideias, manifestar sobre o trabalho do outro e fazer amigos. “É uma possibilidade de transformar uma simples pintura em um espaço de diálogo para as crianças construírem nova possibilidades em sua criações a partir do contato com o outro”, comenta.

Confira algumas ideias para inspirar nas atividades com Tinta Têmpera Guache:

Ovos recheados de Tinta: É isso mesmo, uma atividade diferente aproveitando o que tem em casa. Basta quebrar as cascas dos próximos ovos utilizados na cozinha com cuidado, limpá-las e assim começar a brincadeira. Encha com Tinta Guache e feche o buraquinho com papel seda que indique a cor armazenada na casca. Para fazer junto ou presentear, depois é só prender um papel pardo na parede ou até mesmo uma tela que será o alvo da explosão de cores. A Tinta Têmpera Guache com Bico Dosador da Mercur é uma boa opção para encher as cascas com praticidade.

Carimbos: podem ser esculpidos em batatas ou feitos com frutas muito maduras cortadas ao meio, rolhas de cortiça + desenho em EVA ou botões, folhas secas com texturas variadas e até recortados na borracha de apagar. Embalagens, caixas e tampinhas também pode ser, além de uma brincadeira sustentável, super legal para desenvolver o tato e exercitar a associação de diferentes formas e texturas.

Esponja e plástico bolha: Uma esponja recortada no formato preferido é muito simples de fazer! Umedeça a esponja na Tinta Guache e pressione sobre o papel para obter desenhos. Já com o plástico bolha a ideia pode ser uma pintura com os pés. Faça uma espécie de sapatinho ao redor dos pés e disponha recipientes com tinta para que os pequenos possam pisar em uma cartolina. Para essas situações o ideal é uma tinta com textura mais consistente ou tipo gel, que não escorre no papel porque é fabricada com uma resina vegetal em sua formulação, o que permite que sua consistência seja ideal para ser manuseada durante as aplicações, tendo firmeza e evitando que a tinta se espalhe ao abrir ou que derrame com facilidade. É por isso que, antes de ser usada, ela precisa ser misturada com o pincel, para tornar-se mais fluída.

Fita e stencils: Cole tirinhas de fita pela folha e depois pinte com tinta guache por cima. Espere secar e retire as fitas do papel. Outra opção é o uso de stencils que podem ser feitos com placas de exames de Raio-X antigas.

Pintura espelhada: Dobre uma folha de papel ao meio e abra. Com tinta, faça um desenho em uma das partes de dentro. Antes de secar feche o papel, pressione com cuidado, espere alguns segundos e abra. Prontinho! A pintura ficará espelhada.

Ideal para crianças

As tintas da Mercur são totalmente atóxicas. Possuem consistência firme tipo gel (exceto a cor branca), não soltam resíduos do papel depois de seca. Um dos princípios da empresa é priorizar o uso de matérias-primas de fontes renováveis e que gerem menor impacto ao meio ambiente. Além das tradicionais embalagens de 15ml e 250ml, onde as tintas são laváveis enquanto úmidas, possui o frasco com 500ml, onde a tinta é totalmente lavável (exceto a cor branca), o frasco vem com bico dosador fácil de manusear e ainda protege a tinta, além de possibilitar o uso compartilhado. A Mercur também fabrica tinta lavável em frasco cilíndrico de 200ml, robusto que se adapta facilmente à mão, facilitando a pega por pessoas com dificuldade de preensão palmar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *